Os benefícios das fibras

Preservando a Camada de Ozônio
Preservando a Camada de Ozônio
16 de setembro de 2016
Farmacêutico na Praça
Farmacêutico na Praça
23 de setembro de 2016
Exibir tudo

Os benefícios das fibras

Os benefícios das fibras

Presente nos cereais, legumes, verduras e frutas, as fibras são essenciais no cardápio diário.

Elas dão:

  • Sensação de saciedade, logo, diminui a fome
  • Impedem que a parte gordurosa dos alimentos seja absorvida pelo organismo
  • Ajudam no funcionamento correto do intestino
  • São famosas por seus benefícios ao trânsito intestinal mas não é só isso.

Auxiliam também:

  • Prevenção e tratamento de doenças cardiovasculares
  • Prevenção de Diabetes M. tipo II
  • Controle do colesterol sanguíneo
  • Prevenção e no combate à obesidade
  • Prevenção do câncer de cólon

Existem dois tipos de fibras: as solúveis e as insolúveis, cada uma com funções diferentes.

As fibras solúveis quando entram em contato com a água, formam um gel – principalmente no estômago – e fazem uma camada superficial suave ao longo da mucosa do intestino delgado que servem de barreira na absorção de alguns nutrientes, açúcar e gordura pelo o organismo. Por isso, elas são importantes para controlar o nível de colesterol e de glicose, atrasando o metabolismo proporcionando saciedade. Os produtos da fermentação dessas fibras são nutrientes assimilados pelos microrganismos que o fazem, o que aumenta de maneira favorável a flora intestinal. Um dos pontos mais positivos da formação desta superpopulação bacteriana benéfica é a inibição do crescimento de bactérias malignas. Com isso, o sistema imunológico do órgão também se torna fortalecido, prevenindo casos de infecção gastro-intestinais e até mesmo de câncer de cólon.

Já as fibras insolúveis não sofrem ação da microbiota intestinal, retém água nas fezes e servem para aumentar o volume e dar maciez, controlando a prisão de ventre.

Segundo a OMS (organização mundial da saúde), a ingestão de fibras alimentares para adultos é 20 a 35 g/dia. O Guia Alimentar para a População Brasileira, elaborado pelo Ministério da Saúde, segue a recomendação de 25 g/dia de fibras alimentares para adultos.

Quantidade de fibras em alguns alimentos.

• Leguminosas:

Feijão – 7,5g de fibra a cada 1 xícara

Grão-de-bico – 8g de fibra a cada ¾ de xícara

Lentilhas – 15,6g de fibras a cada xícara

• Sementes e cereais:

Chia – 6,2g de fibras por colher de sopa

Linhaça – 33,5g de fibras em 100g

Aveia crua – 9,1g de fibras em 100g do produto

• Legumes:

Brócolis – 5,1g de fibras em cada xícara

Alcachofra – 10,3g de fibras em uma unidade cozida

Abóbora – 3g de fibra por xícara do alimento cozido

• Frutas:

Goiaba – 10g de fibras a cada unidade

Maçã – 5g de fibra em uma unidade média

Pêra – 5,5g de fibra em uma unidade média

Abacate – 10g de fibras por unidade

Fica a dica e qualquer dúvida fale com um nutricionista.

Por: Andressa Dalceno – nutricionista e colaboradora do blog.

Os benefícios das fibras