O Inverno exige mais cuidados com a saúde de idosos - Poupafarma Google Ads Sense

O Inverno exige mais cuidados com a saúde de idosos

Como cuidar da sua pressão arterial
30 de maio de 2022
A importância da atividade física para todas as idades
27 de junho de 2022
Exibir tudo

O Inverno exige mais cuidados com a saúde de idosos

As temperaturas baixam. Os dias passam a ser mais curtos e as noites mais longas. As chuvas diminuem e o ar fica mais seco. Nos meses de junho, julho e agosto este é o cenário predominante do inverno.

Enquanto a estação mais fria se aproxima, dá tempo de preparar novas receitas de sopa, chás e outras comidinhas típicas e se prevenir de doenças típicas da época. Além disso, é importante ter cuidado redobrado com os idosos. Afinal, com o passar do tempo, todos nós perdemos a capacidade de manter a temperatura corporal, a imunidade fica mais baixa e os mais velhos têm mais riscos de contrair doenças como gripes, resfriados, rinite, sinusite e pneumonia.

Mas não há nada que boas dicas não possam fazer para que essa seja só mais uma estação do ano. Confira nossa receita para aproveitar o inverno com bem-estar e qualidade de vida.

Para começar, água

Ainda que o frio reduza a sensação de sede, isso não significa que o corpo não precisa de uma boa hidratação. Tomar água é essencial para o bom funcionamento dos órgãos e para a imunidade. Então, pode deixar aquela jarra ou a moringa por perto e tomar de seis a oito copos por dia. Por falar em água, preste atenção no banho também. Eles devem ser mais curtos e a água não precisa estar muito quente. Banho pelando retira a gordura protetora do corpo e abre espaço para possíveis infecções.

Adicione casacos, toucas e luvas

Em geral, as residências no Brasil não são preparadas para os dias mais rigorosos do inverno. Por isso, antes que as frentes frias cheguem com força, é bom garantir acessórios como cachecóis, toucas, luvas e uma meia mais grossa. Mesmo dentro de casa, é importante se manter aquecido e evitar a hipotermia, que é quando o corpo humano fica abaixo de 35ºC e compromete suas funções metabólicas. Em alguns casos mais severos, a baixa temperatura corporal pode até levar à morte.

Alimentação, um dos Ingredientes principais

Em qualquer lista com dicas para saúde, a alimentação é item fundamental e nesta receita não será diferente. O cardápio deve privilegiar as proteínas como carnes, ovos, peixes e laticínios. A vitamina C também é ótima para fortalecer a imunidade. Então, frutas como acerola, kiwi, laranja e morango são boas opções para acompanhar as refeições durante o inverno.

Uma pitada de exercício

Atividade física sempre ajuda a manter as funções cardiovasculares e colaboram para a imunidade. No caso dos idosos, é bom ter cuidado com exercícios que exijam muito gasto energético. O mais indicado é fazer uma caminhada e aproveitar o sol da manhã, inclusive para evitar outros males que o inverno costuma agravar, como a falta de vitamina D e o aumento dos casos de depressão.

Evite automedicação

Tomar anti-inflamatórios por conta própria pode ser arriscado, principalmente para quem já tem histórico de asma. Lavar o nariz com soro fisiológico está liberado. E se o quadro persistir depois de 48 horas, é necessário procurar orientação médica, ainda mais se houver dor nas costas. Infecções pulmonares podem aparecer mesmo sem sintomas e são mais comuns neste período em que o ar está mais seco e fica mais difícil dissipar a poeira e a poluição.

Não esqueça a vacina

Para sua receita de saúde sair perfeita, é essencial checar o calendário de vacinação. Além da Covid-19, há também imunização para o vírus influenza. Consulte um posto de atendimento ou busque no celular informações sobre campanhas de vacinação para se proteger antes que os dias mais frios e o ar mais seco cheguem com tudo.