Cuidados para Evitar Infecções de Ouvido - Poupafarma

Cuidados para Evitar Infecções de Ouvido

Aposte nos Chapéus
Aposte nos Chapéus
11 de janeiro de 2017
Pele Dourada e Saudável
Pele Dourada e Saudável
16 de janeiro de 2017
Exibir tudo

Cuidados para Evitar Infecções de Ouvido

Cuidados para evitar infecções de ouvido

É verão, tempo de se divertir na praia e na piscina. Mas fique de olho, pois a baixa qualidade da água, seja da piscina ou do mar, aumenta as chances de infecções de ouvido.

O tempo prolongado dentro da água é um dos fatores, pois a água retida no canal auditivo deixa a pele no local mais frágil e pode quebrar a proteção natural da cera, facilitando a entrada de bactérias. Uma situação muito comum nesta época do ano é a otite externa, infecção da pele que reveste o canal auditivo. Extremamente dolorosa, ela pode levar a um inchaço que obstrui a passagem do ar e leva a sensação de “orelha tampada”.

Como desconfiar que uma criança está com otite externa?

Dor é o principal sintoma. Uma criança que está bem, sem febre e apresenta dor de ouvido, provavelmente tem uma otite externa. Se ela passou o dia na água, as chances aumentam. Além da dor, a criança pode sentir o ouvido coçar ou descrever uma sensação de entupimento. Só o médico deve prescrever o tratamento específico após examinar o ouvido da criança. Não use objetos ou medicamentos sem orientação adequada. O uso de objetos para coçar ou tentar aliviar a sensação de orelha entupida pode levar a uma infecção pela manipulação excessiva. Soluções caseiras ou remédios não indicados por um médico podem até levar a queimaduras e piorar o problema. Enquanto a criança não for examinada pelo médico, os pais poderão dar um analgésico por via oral e fazer um pouco de calor sobre o ouvido, usando uma bolsa de água morna ou um pano passado a ferro, sempre verificando antes se não está quente demais, para evitar queimaduras.

Para evitar problemas durante o verão, a primeira dica é não remover a cera. Ela é uma camada de proteção contra infecções. Não use cotonetes ou outros objetos para retirá-la. Enxugue a orelha com cuidado, usando uma toalha enrolada na ponta do dedo. Outra medida é evitar permanecer por muito tempo dentro da água. Se você tem facilidade de acumular água dentro do ouvido, considere usar um tampão. Ele deve vedar bem o canal auditivo, mas não deve machucá-lo. Existem tampões sob medida que são recomendados para quem pratica esportes aquáticos (natação, mergulho, etc).

Cuidados para evitar infecções de ouvido