Conheça o movimento Outubro Rosa

Dentes saudáveis são fundamentais
Dentes saudáveis são fundamentais
3 de outubro de 2016
Vamos combater a obesidade
Vamos combater a obesidade
11 de outubro de 2016
Exibir tudo

Conheça o movimento Outubro Rosa

Conheça o movimento Outubro Rosa

O movimento popular internacionalmente conhecido como Outubro Rosa é comemorado em todo o mundo e nasceu nos Estados Unidos, na década de 1990, para estimular a participação da população no controle do câncer de mama.

O câncer de mama é a segunda principal causa de morte entre as mulheres no Brasil e a quinta no mundo. A data é celebrada anualmente com o objetivo de compartilhar informações sobre o câncer de mama e promover a conscientização sobre a importância da detecção precoce da doença.

O nome remete à cor do laço rosa que simboliza, mundialmente, a luta contra o câncer de mama e estimula a participação da população, empresas e entidades. A popularidade do Outubro Rosa alcançou o mundo de forma bonita, elegante e feminina, motivando e unindo diversos povos em torno de tão nobre causa. A ação de iluminar de rosa, monumentos, prédios públicos, etc surgiu posteriormente, assumindo um importante papel na sua divulgação, pois é reconhecida e compreendida em qualquer lugar no mundo.

As principais causas do câncer de mama

Além dos fatores como idade, qualidade de vida e pré-disposição genética, os hormônios femininos, estrógeno e progesterona são partes importantes no surgimento do câncer de mama que está sendo detectado em mulheres cada vez mais jovens (e não mais a partir dos 40 anos).

Isso se deve pela mudança que ocorreu ao longo do tempo nos hábitos das mulheres. Ao contrário de antigamente, quando as mulheres se casavam cedo, engravidavam e amamentavam por longos períodos, fazendo com que os hormônios circulassem por um tempo menor no organismo feminino, nos dias de hoje, as mulheres menstruam mais e tem a menopausa acontecendo cada vez mais tarde. E muitas mulheres nem chegam a engravidar. Dessa forma os hormônios (estrógeno e progesterona) circulam por muito mais tempo no corpo, aumentando o risco do surgimento do câncer de mama.

A obesidade também pode ser outro fator desencadeador, pois no tecido gorduroso existem enzimas que transformam o colesterol em hormônios femininos, aumentando a quantidade no organismo.

Os principais sintomas do câncer de mama

A doença pode se manifestar através de diversos sinais como vermelhidão, inchaço, coceira, ferida, saída de sangue ou água cristalina pelo bico da mama e a presença de algum caroço. Dor em geral aparece em casos mais avançados do câncer. Os caroços encontrados na mama são em sua maioria benignos, isto é, não são câncer.

A prevenção é o melhor remédio

A prevenção é a melhor forma de combater o câncer de mama. Primeiro: procure adotar hábitos saudáveis, com exercícios físicos e uma alimentação equilibrada. Segundo: comece a realizar exames preventivos para que se possa detectar a doença o quanto antes, aumentando as chances de cura. Para detectar o câncer de mama em estágios iniciais é fundamental que o autoexame seja feito todo mês, de três a cinco dias após a menstruação e mulheres que não menstruam devem fazer em uma data fixa mensalmente.

O melhor exame para o diagnóstico de câncer de mama é a mamografia bilateral. A Sociedade Brasileira de Mastologia recomenda que esse exame seja iniciado a partir dos 40 anos com frequência anual. Em pacientes de alto risco esse exame deve ser iniciado a partir dos 35 anos.

O câncer de mama tem cura

Hoje, graças a diversos tipos de cirurgia e ao avanço da radioterapia, da quimioterapia e da hormonioterapia, a cura é uma realidade. Quando descoberto em fase inicial (até 1 cm), a probabilidade de cura é de até 90%.

Vale ressaltar: apesar de acontecer no mês de Outubro, a preocupação com esta grave doença deve ser no ano inteiro, pois é o câncer que mais mata mulheres no mundo.

Então participe, compartilhe, contribua. Esse movimento é de todos.

Fonte: www.outubrorosa.org.br / Fonte: www.inca.gov.br

Conheça o movimento Outubro Rosa