Câimbras – Dicas para Tratá-las

fios grisalhos
Dicas para Cuidar dos Fios Grisalhos
20 de maio de 2019
pelo encravado
Pelo Encravado: Causas, Tratamentos e Prevenção
28 de maio de 2019
Exibir tudo

Câimbras – Dicas para Tratá-las

caimbras

As câimbras aparecem de repente: você pode não ter feito nada de diferente e subitamente, a dor, que pode ser insuportável. Mas afinal, por que elas acontecem?

A verdade é que as câimbras podem ter mais de uma causa. E para você entender mais a respeito delas e saber como lidar com a situação, confira algumas questões que todo mundo deve saber para contornar o problema!

1. O que são Câimbras?

São contrações involuntárias de um músculo ou de um grupo muscular. Elas acontecem como espasmos, seja no meio de uma atividade física, na hora de um repouso e até mesmo enquanto você dorme.

caimbras

Elas acometem apenas a musculatura estriada, que existe em maior quantidade no corpo humano e é aquela que se prende ao esqueleto e permite a realização de movimentos.

Em geral, as câimbras acontecem depois que um músculo sofre uma contração intensa. Por isso, é tão comum que ocorram em meio a atividades físicas que exigem mais esforço. Mas há várias razões para o aparecimento delas, que vão além da prática esportiva.

2. Quais as causas das câimbras?

Em geral, as principais causas estão ligadas à prática de exercícios físicos, de forma direta ou indireta. Elas ocorrem em função de:

• Falta de condicionamento para a atividade;

• Fadiga após treinamento exaustivo;

• Perda de líquido sem reposição, causando desidratação;

• Tensão muscular;

• Permanência na mesma posição durante muito tempo.

Mas há ainda outras situações em que não é possível identificar claramente qual a causa das câimbras. Entretanto, elas podem ser sintomas de outros problemas, como estreitamento de artérias, compressão de algum nervo, baixos níveis de potássio, cálcio ou magnésio, e até utilização de medicamentos diuréticos.

Além disso, as câimbras também podem indicar doenças como diabetes e problemas neurológicos, no fígado, ou na tireoide.

Para além das câimbras causadas por falta de exercícios, há fatores de risco que podem favorecer sua ocorrência, sendo mais comuns em pessoas idosas, mulheres grávidas e indivíduos com problemas de alcoolismo ou metabólicos.

3. O que fazer durante uma crise?

Em geral, algumas ações bem simples ajudam a aliviar uma crise de câimbras. Veja algumas: 

• Relaxar a área da câimbra

Como o espasmo ocorre em função de uma contração muscular, como já foi dito, o relaxamento da área já minimiza a dor. Massageie levemente a região e alongue o músculo de forma lenta e suave.

Se câimbras nas pernas ocorrerem durante o sono, quando você estiver em sua cama, levantar e apoiar o pé no chão pode ajudar a cessar a contração.

caimbras

• Massagear a área com gelo

Se a câimbra for forte e deixar a região dolorida, o gelo pode funcionar, atuando com efeito analgésico e anti-inflamatório e reduzindo o inchaço e a dor. Massageie a área do espasmo por até dez minutos com uma bolsa de água gelada.

• Hidratar-se com água ou isotônicos

A desidratação causa câimbras, por causa do desequilíbrio eletrolítico que decorre dela. Os eletrólitos – como potássio, sódio e cálcio – ajudam as células do corpo a funcionar adequadamente. Assim, beber líquidos – água, mas especialmente bebidas esportivas (ou isotônicos) – ajuda a reidratar e equilibrar o organismo, o que previne as crises de câimbra.

caimbras

4. Quando procurar um médico?

De forma geral, as câimbras desaparecem sozinhas e, portanto, não pedem cuidados médicos. Mas fique de olho e procure ajuda se elas acontecerem de forma frequente, sem associação a exercícios, se causarem muito desconforto e com inchaço, vermelhidão ou alterações na pele, ou vierem acompanhadas de fraqueza muscular.

5. Como evitar as câimbras?

Para evitar câimbras, você deve tomar alguns cuidados essenciais, especialmente na hora da prática de exercícios físicos. Hidrate-se, faça um aquecimento prévio e alongue-se antes e depois de cada atividade. Assim, você não apenas previne as câimbras, mas, também, outras lesões musculares.

caimbras

Fonte: patricialacombe.com.br