3 Dicas para a sua saúde emocional - Poupafarma

3 Dicas para a sua saúde emocional

Prevenção de doenças respiratórias na volta ao trabalho: o que fazer antes, durante e depois do expediente
6 de agosto de 2020
3 dicas de presentes para as crianças que você encontra na farmácia
7 de outubro de 2020
Exibir tudo

3 Dicas para a sua saúde emocional

Lá se vão cerca de seis meses desde que o isolamento e os cuidados em nossa rotina foram redobrados. Ficar muito tempo em casa, lidar com a insegurança, seguir com o trabalho e manter os cuidados com as crianças que estão sem aulas, exigem bastante esforço do corpo e muitas vezes até mais da mente. Por isso, separamos algumas dicas para cuidar da sua saúde emocional e seguir adiante com muita energia.

Faça o que você gosta: as alterações da rotina e de comportamento são desgastantes. É preciso criar novos hábitos, conviver com incertezas e todas essas mudanças aumentam o nível de ansiedade. Para não se deixar abater pela pressão, o melhor a fazer é separar um tempo só seu e fazer exatamente aquilo que você gosta. Pense em alguma coisa que você quer muito fazer, mas ainda não conseguiu, como assistir as séries e filmes que sempre quis ver ou ler os livros que sempre quis. Conecte-se também com as emoções boas que estão dentro de você e que podem ser reavivadas ao ouvir sua música preferida ou ao ver fotos antigas, por exemplo. Até mesmo ficar sem fazer nada pode ser bom. Contemplar e observar a natureza ajudam a refrescar a cabeça e aliviar a tensão.

Mantenha o contato humano: quem tem amigos, tem tudo. Pesquisas científicas já mostraram que o segredo da felicidade pode estar nos relacionamentos que você cultiva. Aproveite a tecnologia e suas possibilidades de encurtar distâncias para conversar com a família e os amigos frequentemente. O contato humano nos ajuda a não sentir a solidão e o estresse de quem se afastou da antiga rotina e de muita gente querida. Muitas vezes dividir aflições e dúvidas é inevitável, mas também procure conversar sobre assuntos mais leves. Uma ideia é relembrar histórias do passado que te façam rir e aproveitar para se reconectar com pessoas que você não fala há muito tempo. Aliás, rir é um excelente remédio para momentos de conflito e estresse. Se você sabe o que leva a uma boa risada, vá atrás.

Seja positiva nas conversas com você mesmo(a): não se preocupe, todo mundo fala sozinho e é bem natural que nessa época de reclusão a gente passe ainda mais tempo com o nosso próprio pensamento. Entender uma situação difícil e saber como lidar com ela também exige esforço e persistência para não desistir no meio do caminho, ainda mais quando o desafio se estende por mais tempo do que a gente imaginou.  Por isso é preciso tomar cuidado para não deixar que uma onda negativa tome conta desse seu bate-papo interior. Faça um exercício para avaliar que tipo de pensamentos você está alimentando. É importante não deixar que a situação anule a sua capacidade de agir e seguir em frente. Há quem defenda que a cada pensamento negativo, é preciso formular outros dois positivos. Afinal, você se cuida e tudo vai passar.