Metabolismo x Emagrecimento

Ferro
Benefícios do Ferro na nossa Saúde
25 de março de 2019
Alimentos Inflamatórios
O que são os Alimentos Inflamatórios
31 de março de 2019
Exibir tudo

Metabolismo x Emagrecimento

metabolismo

Quando o assunto é emagrecimento, muito se ouve falar em metabolismo. Em boa parte das vezes, ele é apontado como culpado pela dificuldade de eliminar os quilos extras.

Será que você sabe o que é o metabolismo e como ele funciona? Aquele papo de que “meu metabolismo não trabalha da forma que deveria” ou “eu engordo porque meu metabolismo é lento”, faz sentido ou é só uma desculpa de quem vive lutando contra os ponteiros da balança? Tire agora todas as suas dúvidas sobre o assunto!

O que é metabolismo?

Por definição, o metabolismo é o conjunto de reações químicas e hormonais que acontecem no nosso corpo para gerar energia e mantê-lo funcionando. Ou seja, é a quantidade de calorias que o seu corpo queima para se manter ativo.

O organismo gasta calorias até quando está em repouso, trabalhando para manter suas funções vitais, como respiração e funcionamento cardiovascular, por exemplo.

Devido à influência destes fatores, cada pessoa possui um gasto diferente e precisa de energia de forma diferente para emagrecer, ganhar peso ou simplesmente para manter o peso atual.

Metabolismo

Metabolismo x Dificuldade para emagrecer

A velocidade com que o corpo queima calorias (chamada de taxa metabólica) determina o ritmo em que o corpo vai trabalhar e a tendência a ganhar ou perder peso. A taxa metabólica é definida, em grande parte, por características genéticas.

Um metabolismo lento leva ao acúmulo de gorduras. Por isso que algumas pessoas têm dificuldade em emagrecer e de se manterem magras. Outras são privilegiadas e têm um metabolismo acelerado. É importante ressaltar que, em qualquer caso, é possível aumentar a taxa metabólica, eliminando mais calorias para manter a boa forma.

Como acelerar o metabolismo?

Para saber quantas calorias são necessárias em um dia, é preciso considerar peso, idade, sexo e nível de atividade física. Os homens possuem mais massa muscular e menor quantidade de gordura se comparados às mulheres, portanto têm o metabolismo mais rápido.

A prática de atividade física também aumenta o metabolismo, enquanto o avanço da idade diminui. A massa muscular presente no corpo também influencia o gasto energético, já que é um tecido metabolicamente ativo e quanto mais presente no corpo, mais calorias gasta.

metabolismo

Embora seja determinado geneticamente é possível acelerar o metabolismo com algumas atitudes que ajudam a perder alguns quilinhos e ainda dão maior disposição.

A primeira delas é não ficar muitas horas sem comer ou fazer só duas ou três refeições exageradas ao dia. Isso deixa o metabolismo ainda mais lento e o corpo acaba estocando gordura. O ideal é comer de pouquinho em pouquinho, fazendo pequenas refeições a cada três horas e sempre nos mesmos horários.

hora de comer

Outra forma de acelerar o metabolismo e a perda de peso é comer mais proteínas e menos carboidratos. Os peixes, a carne bovina, frango, ovos, leite e derivados são ótimas fontes de proteína e podem ser incluídos na dieta.

Invista também nos alimentos ricos em fibras, pois eles exigem maior esforço do organismo desde a mastigação e em todo o processo de digestão. Dessa forma, o gasto energético é muito maior, auxiliando no emagrecimento.

Para evitar a desidratação e estimular o metabolismo, beba muita água. O ideal é ingerir de oito a dez copos diariamente. Dormir bem também é fundamental para manter todo o organismo funcionando em um ritmo adequado. Por isso, procure dormir oito horas por dia e para garantir um sono tranquilo, uma boa dica é tomar um banho morno relaxante antes de ir para a cama.

Estou acima do peso por causa do meu metabolismo?

Inúmeros estudos com milhares de pessoas não conseguiram encontrar evidência de que pessoas com sobrepeso tenham metabolismo mais lento que aquelas com IMC normal.

Na verdade, pesquisadores acreditam que é exatamente o oposto: pessoas mais pesadas podem ter um metabolismo maior porque elas precisam de mais energia para manter um corpo grande.

Além disso, estudos comprovam que as pessoas tendem a subestimar seu consumo diário de calorias. , temos uma tendência natural de comer mais do que realmente acreditamos que comemos.

Por isso o metabolismo não pode ser o vilão da história: se você está ganhando peso, muito provavelmente está consumindo mais calorias do que seu corpo necessita. Se você já fez um check up médico e não encontrou nenhum problema de saúde, é hora de analisar seus hábitos e começar a fazer mudanças para perder peso definitivamente.

Maneiras de acelerar o Metabolismo naturalmente

Agora que você já sabe o que é metabolismo, saiba que é possível estimular a queima de gordura através de um aumento nos níveis de atividade física e alterações na dieta e no sono. Quanto mais você se mexer e mantiver um estilo de vida saudável e ativo, maior será o seu metabolismo.

• Atividade Física

Você pode queimar mais calorias com a inclusão de exercícios aeróbicos e de força na sua rotina. As atividades cardio – como a corrida – são uma maneira de queimar calorias, já que chegam a eliminar mais de 300 calorias por sessão de 40 minutos.

Já os exercícios com peso ajudam a aumentar o porcentual de massa magra, e nós já sabemos que os músculos aceleram o metabolismo. Para obter melhores resultados é essencial que você se exercite pelo menos 3-4 vezes por semana, em sessões diárias de 30-60 minutos.

• Alimentação para melhorar seu metabolismo

Além de evitar um corte extensivo das calorias que você consome diariamente, faça alterações em sua dieta de maneira a reduzir o consumo de carboidratos refinados e gorduras saturadas.

Ao mesmo tempo, eleve a ingestão de vegetais, proteínas magras, grãos e cereais integrais e gorduras saudáveis (azeite, óleo de coco, peixes de água fria).

Você também pode incluir na sua dieta alimentos que aceleram o metabolismo, como o chá verde, gengibre, pimenta, arroz integral, ovos, salmão e abacate.

• Sono

Uma noite mal dormida não causa apenas olheiras: se você não tem um sono reparador, o sistema de controle do apetite entra em parafuso e você pode passar a sentir mais fome e vontade de comer doces e massas.

O consumo excessivo de alimentos como carboidratos refinados pode causar alterações no metabolismo da insulina, o que por sua vez desacelera o metabolismo e facilita o ganho de peso.

Poucas horas sob os lençóis também levam a uma maior liberação de grelina, o hormônio que estimula o apetite.

Ou seja, além de cuidar da dieta e praticar exercícios, manter bons hábitos de sono é fundamental para facilitar a perda de peso.

Fonte: dicasdemulher.com.br